Página inicial
Cinemática
Fluidos


Fenômeno

No vídeo que o estudante verá abaixo, um pequeno avião monomotor realiza uma aterrissagem sobre uma caminhonete. Como isso é possível?

Vídeo

Fonte: "Crazy Moment ~ Plane Landing On Top Moving Truck", YouTube

Referências

Wikipedia: Velocity: Relative velocity

Explicação

Quando falamos que uma pessoa caminha a 4 km/h, que um ciclista pedala sua bicicleta a 20 km/h e que um carro viaja a 80 km/h numa rodovia, sabemos muito bem que essas velocidades são medidas em relação ao solo. Em Física, dizemos que o solo é o referencial em relação ao qual essas velocidades são medidas. Quando o referencial é o solo, normalmente não há necessidade de citá-lo. Entretando nem sempre esse é o caso.

Imagine duas moças, Claudia e Aline, que caminham a 4 km/h lado a lado na calçada. Podemos utilizar cada uma das moças como referencial para a descrição do movimento da outra. É o que chamamos de movimento relativo. Neste caso, a velocidade de Claudia em relação à Aline é nula, bem como é nula a velocidade de Aline em relação à Claudia. Ou seja, cada uma das moças está em repouso em relação a sua colega, mas ambas estão a 4 km/h em relação ao solo.

Agora podemos analisar o caso do avião que pousa sobre o motorhome. Para que isso seja possível, o teto do motorhome deverá servir de pista de pouso para o avião. Só que neste caso o avião não poderá se deslocar sobre o carro, tendo-se em vista que o comprimento da "pista" do teto do motorhome é de uns poucos metros apenas. Tudo o que o avião poderá fazer é planar sobre o carro, com velocidade nula em relação a este, e aterrisar suavemente em seu teto. O pouso do avião será parecido com o pouso de um helicóptero no solo. Isso decorre do fato de que, no momento do pouso, o avião está em repouso em relação ao motorhome, embora ambos estejam em alta velocidade em relação ao solo.


Início