Página inicial
1. Medições
2. Tempo
3. Fundamentos matemáticos
4. Posição e deslocamento
5. Velocidade
6. Aceleração
7. Movimento


1 - Sistemas de coordenadas 4 - Soma e subtração de vetores
2 - Grandezas escalares e vetoriais 5 - Multiplicação de vetores
3 - Vetores  



Define o sistema de coordenadas cartesiano e o sistema de coordenadas polares. Mostra como estes sistemas podem ser utilizados para localização de pontos no espaço. Discute as vantagens e desvantagens de cada um em relação ao seu uso em situações físicas triviais. Analisa como o número de graus de liberdade de um sistema físico pode variar em decorrência da escolha do sistema de coordenadas utilizado para estudá-lo.


Início



Esclarece as diferenças entre as grandezas escalares e as vetoriais e cita exemplos de cada tipo. Utiliza o super-homem cercado por criptonita como exemplo para destacar a impossibilidade de definir apropriadamente a posição de um corpo (grandeza vetorial) apenas por meio de um número associado a uma unidade (grandeza escalar). Cita dois exemplos de grandezas escalares, pressão e corrente elétrica, que costumam ser classificadas pelos estudantes como sendo grandezas vetoriais.


Início



Define a entidade matemática vetor, suas componentes e as formas de representação. Mostra como calcular o módulo e o ângulo que caracteriza sua direção no espaço. Utiliza o sistema de coordenadas cartesiano na decomposição vetorial em suas componentes e no cálculo do módulo e da direção dos vetores. Esclarece que ao sofrer translação no espaço sem que haja modificação no módulo e no sentido o vetor não se altera.


Início



Define a soma vetorial. Mostra como somar vetores por meio de suas componentes e pelo método geométrico. Demonstra as propriedades comutativa e associativa da soma vetorial. Mostra que a operação de subtração de vetores é similar à soma vetorial, sendo que o único pré-requisito para executá-la é saber que o negativo de um vetor é igual ao mesmo vetor com sentido invertido.


Início



Define a multiplicação de vetores por escalares. Define a multiplicação entre dois vetores que resulta em um escalar (produto escalar) e a que resulta em um terceiro vetor (produto vetorial). Mostra que, em termos geométricos, o produto escalar mede o grau de paralelismo entre dois vetores e que o produto vetorial mede o grau de ortogonalidade entre dois vetores.


Início